Práticas Laboratorias em Biologia Vegetal

Início » Capítulo 03 » Prática 18 – CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS E ATUAÇÃO DOS HERBICIDAS

Prática 18 – CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS E ATUAÇÃO DOS HERBICIDAS

Seja bem-vindo ao blog da versão para web do livro Práticas Laboratoriais em Biologia Vegetal, editado pelo Prof. Dr. Marcelo Francisco Pompelli (UFPE). Este espaço é dedicado a responder dúvidas e divulgação de conteúdos complementares relacionados a Biologia Vegetal. .

ESTUDO DIRIGIDO NÚMERO 3 

Você deve ler com atenção cada uma das questões abaixo. Discutir com o seu grupo os resultados e enviar sua resposta individual através da sessão Comentários no final dessa página. Esse estudo dirigido vale até 1,5 pontos extras a serem somados na sua NP2 e é individual. Respostas enviadas em grupo serão consideradas nulas e alunos que enviarem mais do que uma resposta para a mesma questão terão as duas anuladas. Portanto reflita bem antes de enviar sua resposta. O prazo limite para envio das respostas é o dia 31/10/2019 as 23:59 h, horário de Brasília.

1. Conceitue solução tampão.

2. Qual é a verdadeira função do tampão TFK utilizado na aula prática?

3. Como o tampão é preparado com base água, ele poderia ser substituído por água destilada de alta pureza?

4. Por que todo o material (concentrado de cloroplastos), tampão TFK e DCMU devem ficar em banho de gelo?

5. Por que a absorbância da reação deve ficar entre 0,2 e 0,85?

6. Se tivéssemos usado uma cubeta de vidro ou de quartzo, que são de melhor qualidade e mais caras (ver detalhes delas aqui), você a acredita que nossos resultados seriam diferentes? Apresente justificativa para a sua resposta.

7. Como essa prática pode integrar praticamente todos os conteúdos estudados até aqui na disciplina?

8. O DCPIP é um composto químico sintetizado em laboratório, não natural em plantas. Por que, então, utilizamos ele e não outro composto como o NADP+ para medir a velocidade e a integridade da CTE cloroplastídica?

9. Apresente na forma de gráficos os resultados obtidos pelo teu grupo. Obs.: Para esta questão, você deve fazer o gráfico em programas de gráficos, tipo excel, salvar a figura em jgp ou outro formato, carregar a figura para o seu facebook, instagran ou outro sistema de compartilhamento de imagens e me enviar apenas o link para que eu possa acessar. Na sessão comentários não é permitido a indexação de images). Quem tiver dúvidas de como fazer o gráfico no Excel ou como exportar o gráfico para jpg pode me chamar que eu auxilio.

10. Qual foi o delta de inibição médio das 3 repetições? Apresente os cálculos.

11. Com base nos resultados do seu grupo, responda: Se você tivesse 3x mais DCPIP e mantivesse inalterada a concentraçâo do DCMU, os dados do seu grupo seriam diferentes? Ou se comportariam da mesma maneira, já que a concentração de DCMU está numa contração super elevada?

12. Com base nos resultados que o seu grupo obteve e com base nas suas pesquisas, você acredita que os valores de delta inibição seriam diferentes se distanciássemos mais a cubeta da fonte de luz? Justifique sua resposta.

13. Apresente em detalhes a fotoredução do DCPIP, promovido pela luz.

14. Como o DCMU bloqueia a CTE? Apresente o mecanismo bioquímico adequado.

15. Esta é uma prática que mostra como inibidores da CTE cloropastídica atuam. Uma outra prática poderia ser pensada para mostrar como a CTE mitocondrial funciona? Apresente em detalhes como você programaria essa prática.

images


1 Comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: