Ícone do site Práticas Laboratorias em Biologia Vegetal

CAPÍTULO 5 – GERMINAÇÃO DE SEMENTES

Anúncios

As sementes são óvulos maduros contendo um embrião e nutrientes estocados dentro de um tegumento. São a maneira pela qual as plantas se reproduzem e geneticamente divergem. Em geral, as sementes maduras se mantêm dormentes por dias, ou até mesmo anos. Neste estágio, são capazes de tolerar as mais diversas condições ambientais estressantes (e.g. calor intenso, fogo, seca, escuro, salinidade) que não poderiam ser suportadas pela grande maioria das plantas em estádio vegetativo ou reprodutivo. Neste capítulo, estão inseridas três práticas que visam testar como fenômenos biológicos e não biológicos interferem na germinação de sementes.

José Nailson Barros Santos nailson.gba@hotmail.com

 Marcelo Francisco Pompelli marcelo.pompelli@ufpe.br

AULA 26 – VELOCIDADE DE EMBEBIÇÃO DE SEMENTES DESIDRATADAS

AULA 27 – GERMINAÇÃO: SUPERAÇÃO DE DORMÊNCIA TEGUMENTAR

AULA 28 – ALELOPATIA EM PLANTAS

 

Sair da versão mobile