Práticas Laboratorias em Biologia Vegetal

Início » AULA 34 – CONSTRUINDO UM JOGO DE MEMÓRIA DA MORFOLOGIA VEGETAL

AULA 34 – CONSTRUINDO UM JOGO DE MEMÓRIA DA MORFOLOGIA VEGETAL

Introdução

A morfologia vegetal, uma das bases da botânica, tem por objetivo estudar e documentar formas e estruturas das plantas. O Ensino de Morfologia Vegetal nas escolas de ensino fundamental e médio vem sendo tema de discussão há muito tempo no Brasil por estar vinculado a um modelo tradicionalista de ensino, onde a prática docente e os conteúdos encontram-se muitas vezes desvinculados da realidade escolar e local, resumindo-se em aulas expositivas, limitado ao uso do livro didático. O assunto é muitas vezes abordado apenas em datas comemorativas, de forma pontual, como por exemplo, no dia da árvore ou na semana do meio ambiente ou ainda em feira de ciências. Essa aula prática, tem como principal objetivo mudar esse paradigma, onde o aluno será estimulado a construir um jogo de memória com peças e estruturas botânicas; e, ao fazer isso, está aprendendo e brincando ao mesmo tempo.


Objetivos específicos desta prática

Trabalhar a Morfologia Vegetal de uma forma prática e divertida;

Elaborar uma ferramenta lúdica “Jogo da Memória” para ensinar Morfologia Vegetal nos cursos de graduação e especialmente no ensino fundamental e médio nas escolas de formação eletiva.


Procedimentos e Resultados esperados

Na aula anterior, o professor deve solicitar aos alunos que tragam de casa figuras botânicas, anatômicas ou formas de folhas, flores, frutos, sempre aos pares. Recomenda-se que as figuras tenham fundo vasado para permitir que os alunos possam usar sua criatividade e pintar as peças botânicas (Figura 1).

Fig_1 (4).jpg

Figura 1. Figuras mostrando um corte longitudinal de um pseudofruto (maçã) e de um fruto do tipo baga (mamão)

Os alunos são, então, estimulados a pintar todas as peças usando a imaginação. Quanto mais peças tiver, mais divertido fica o jogo. Vale combinar formas iguais com seu par ou combinar a  forma com a sua descrição (Figura 2).

Fig_2 (3).jpg

Figura 2. Exemplo de peças para o jogo da memória

Depois de ter todas as peças, sempre aos pares, as figuras devem ser recortadas, uma a uma e coladas em papel cartão, papel “paraná” 240 g m-2 ou outro material rígido.

Aguarda-se a secagem das peças e recorta-se novamente.

Pronto, temos todas as peças do jogo de memória. Agora é só estudar brincando.


Avançar para a próxima aula prática                                         Retornar a prática anterior                                   Retornar ao início do capítulo
%d blogueiros gostam disto: