Início » Deje su respuesta a la Pregunta 5 Aquí

Deje su respuesta a la Pregunta 5 Aquí

Espacio exclusivo para que dejes tu respuesta a la Pregunta nº 5.


32 Comentários

  1. Anthony Ricardo Ariza González disse:

    El antibiótico Oligomicina B bloquea el complejo V, por tanto no hay producción de ATP. Sin embargo, permanecen los 4 ATP de la glucólisis a nivel de fosforilación de sustrato y 4 ATP en el ciclo de krebs a nivel de fosforilación de sustrato. Finalmente, el rendimiento energético total es de 8 ATP.

  2. Alberto Jose Tello Coley disse:

    Como la Oligomicina B inhibe al complejo V también conocido como ATPsintasa, la producción de ATP se ve afectada aún cuando los complejos I, III y IV están funcionando eficientemente y bombeando protones al citosol, luego la producción de ATP se reduce a 8 ATP producidos por la fosforilación a nivel de sustrato de la glucolisis y el ciclo de krebs.

  3. Anthony Ricardo Ariza González disse:

    Como el complejo V es bloqueado por al antibiótico Oligomicina B, entonces, no hay producción de ATP, es decir, 0. Sin embargo, permanecen los 4 ATP por fosforilación a nivel de sustrato en la glucolisis y los 4 ATP por fosforilación a nivel de sustrato en el ciclo de Krebs. Por tanto, serían 8 ATP en total.

  4. Marcelo Pompelli disse:

    teste 28/04/2022 02:34

  5. Elizabeth Nayara Borba da Silva disse:

    Ciclo comum:
    Glicolise
    4 fosforilações em nível de substrato – 4 ATP
    4 NADH – 4 x 1,5 = 6 ATP
    Ciclo de ácido cítrico
    4 FADH2 – 4x 1,5 = 6 ATP
    16 NADH – 16 x 2,5 = 40
    CTE
    4 fosforilações em nível de substrato – 4 ATP
    Total: 60 ATP

    Como só o complexo 5 gera ATP e o mesmo está bloqueado apenas os 8 ATPs já existentes permanecem.

  6. Thiago Henrique de Sousa disse:

    Como a oligomicina B está inibindo o complexo V (ATPase) o CTE Ira produzir 0 atps,Já que a ATPase é o unico complexo que produz ATP, ou seja só haverá os ATPs da glicolise e ciclo do acido cítrico totalizando 8 ATPs, os NADH e FADH2 não serão considerados, por conta da inibição.

  7. Anderson Felipe do Nascimento e disse:

    Ciclo comum:
    Glicolise
    4 fosforilações em nível de substrato – 4 ATP
    4 NADH – 4 x 1,5 = 6 ATP
    Ciclo de ácido cítrico
    4 FADH2 – 4x 1,5 = 6 ATP
    16 NADH – 16 x 2,5 = 40
    CTE
    4 fosforilações em nível de substrato – 4 ATP
    Total: 60 ATP

    Como só o complexo 5 gera ATP e o mesmo está bloqueado apenas os 8 ATPs já existentes permanecem.

  8. Edvan da Silva Santos Junior disse:

    Apenas o Complexo V produz ATP, enquanto os outros não, ou seja, ATPs não serão formados pela CTE e apenas terá 8 ATPs formados por fosforilação em nível de substrato.

    Complexo 1= nenhum ATP
    Complexo 2 = nenhum ATP
    Complexo 3 = nenhum ATP
    Complexo 4 = nenhum ATP
    Complexo V = bloqueado pela oligomicina B, ou seja não produzirá ATP.

    Apenas 8 ATPs formados por fosforilação em nível de substrato.

  9. A partir do momento que a oligomicina B inibe o complexo V, ou seja a ATP sintase, são gerados um total de 8 ATP, por conta dos 4 ATPs produzidos na glicolise e 4 ATPs profuzidos no ciclo do ácido cítrico. E os NADH e FADH2 não serão considerados por conta na inibição da ATP sintase

  10. Marina de Souza Cavalcanti disse:

    A oligomicina inibindo o complexo 5, não gerara nenhum ATP. Ficando apenas os imutáveis, fosforilação a nivel de substrato
    4 ATP—- 4 ATP da glicolise
    4ATP—- 4 ATP ciclo acido nítrico
    Totalizando 8 ATP’s

  11. Breni lima dos santos disse:

    Apenas o Complexo V produz ATP, enquanto os outros não, ou seja, ATPs não serão formados pela CTE e apenas terá 8 ATPs formados por fosforilação em nível de substrato.

    Complexo 1= nenhum ATP
    Complexo 2 = nenhum ATP
    Complexo 3 = nenhum ATP
    Complexo 4 = nenhum ATP
    Complexo V = bloqueado pela oligomicina B, ou seja não produzirá ATP.

    Apenas 8 ATPs formados por fosforilação em nível de substrato.

  12. Carlos Henrique Costa Moura disse:

    Apenas o Complexo V produz ATP, enquanto os outros não, ou seja, ATPs não serão formados pela CTE e apenas terá 8 ATPs formados por fosforilação em nível de substrato.

    Complexo 1= nenhum ATP
    Complexo 2 = nenhum ATP
    Complexo 3 = nenhum ATP
    Complexo 4 = nenhum ATP
    Complexo V = bloqueado pela oligomicina B, ou seja não produzirá ATP.

    Apenas 8 ATPs formados por fosforilação em nível de substrato.

  13. Thalles Rodolfo Buarque de Vasconcelos disse:

    Com a inibição da oligomicina B, o complexo V não produz ATP, ou seja, o CTE não produz ATP, so sobra os 4 ATPs formados na glicolise e 4 ATPs formados no ciclo do ácido cítrico. Um total de 8 ATPs

  14. Marina de Souza Cavalcanti disse:

    A oligomicina inibindo o complexo 5, que é a ATP sintase não gerara nenhum ATP.
    4 ATP—- 4 ATP da glicolise
    4ATP—- 4 ATP ciclo do ácido cítrico
    Totalizando 8 ATP’s
    O NADH e o FADH2 não são considerados por conta da inibição.

  15. Thalles Rodolfo Buarque de Vasconcelos disse:

    A partir do momento que a oligomicina B inibe o complexo V, ou seja a ATP sintase, são gerados um total de 8 ATP, por conta dos 4 ATPs produzidos na glicolise e 4 ATPs profuzidos no ciclo do ácido cítrico. E os NADH e FADH2 não serão considerados por conta na inibição da ATP sintase

    • biologiaveg disse:

      Resposta enviada as 19:21, dentro do prazo de latência do site e em desacordo com o que combinamos em sala. Resposta não será considerada. Favor reenviar sua resposta a partir das 20:01 h. Obrigado!!!

  16. biologiaveg disse:

    Teste de funcionamento

Deixe uma resposta para Marcelo Pompelli Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: